fbpx

Vamos poder conhecer os Banhos Islâmicos de Loulé

O projeto que vai dar a conhecer os Banhos Islâmicos de Loulé está quase concluído. Este património único na Península Ibérica está a ser alvo de um trabalho de recuperação e musealização e um dos grandes atrativos é a sua apresentação aos visitantes em 3D.

 Vamos socializar. Siga-nos no Facebook.

Descobertos em 2006 no interior da ‘Casa das Bicas’, os Banhos Islâmicos de Loulé estão datados dos sécs. XII e XIII e são os únicos vestígios do género em todo o País. O levantamento a 3D foi realizado por Martino Correia, do Campo Museológico de Mértola, a pedido da Câmara de Loulé. “Será reconstruído o aspeto que aquela estrutura teria e da zoa envolvente”, explicava há dois anos o arqueólogo. Sobre o projeto, Martino Correia avançava que os visitantes “poderão explorar e consultar animações e explicar cada uma das divisões”.

Entre os objetivos iniciais do projeto estava também escavar a fornalha e a sala fria, que que contribuiriam para “a primeira planta completa de banhos islâmicos públicos na Península Ibérica”. Durante as escavações não foi possível alcançar a fornalha, uma vez que isso implicaria mexer numa casa do séc. XV, mas o aprofundamento dos vestígios da sala fria serão uma realidade, através de um projeto avaliado em 1 milhão de euros, já com parecer positivo da Direção Geral do Património, e que deve estar concluído dentro de dois anos.

Leave a comment

X