fbpx

Desde 2000 que tantos turistas não ficavam na região

O Algarve registou em 2017 uma taxa de ocupação média das unidades hoteleiras e empreendimentos turísticos de 65,5%, o melhor valor desde 2000. Portimão, foi a região algarvia que mais hóspedes recebeu ao longo de todo o ano.

 AlgarveAdviser, a sua agência de comunicação.

Os números da Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA) representam uma melhoria de 2% face ao ano anterior e é o valor mais alto desde 2000, quando se registou uma taxa de ocupação média de 68,3%. Desde 2010 (51,5%), que a tendência de crescimento tem sido sempre mantida.

Em números absolutos, 4,2 milhões de turistas visitaram o Algarve. Destes, 1,1 milhões eram cidadãos nacionais, que procuraram mais a nossa região (+1.2%). No total, os viajantes geraram 20 milhões de dormidas.

Se os britânicos procuraram menos o Algarve (-8,6%), os alemães (+17,8%) e os irlandeses (+6,1%) os dois grandes mercados internacionais que compensaram as perdas. A AHETA registou ainda aumentos de procura nos mercados da Polónia, Suécoa, Bélgica, Suíça, Itália, Dinamarca e Canadá.

PORTIMÃO E MONCHIQUE REGISTARAM MAIOR TAXA DE OCUPAÇÃO MÉDIA

Portimão e Monchique foram a zona geográfica algarvia que registou maior taxa de ocupação média. Foi mesmo a única área que, no cômputo geral dos 12 meses, ficou cima dos 70% (71,7%).

 Siga-nos no Facebook.

O aumento percentual de 5,3%, relativamente ao ano anterior, contribuiu para que esta zona fosse, pelo segundo ano consecutivo, a que regista maior taxa de ocupação turística.

Leave a comment

X