fbpx

Algarve bate recorde de dormidas

O Algarve alcançou um novo máximo de dormidas no primeiro semestre do ano. Os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) divulgados esta segunda-feira revelam que entre janeiro e junho de 2017, os estabelecimentos hoteleiros registaram um total de 7,96 milhões de dormidas.

O número agora conhecido significa mais 600 mil pernoitas em relação ao primeiro semestre do ano passado, o que representa um acréscimo de 8,1%. Os turistas estrangeiros foram os que mais contribuíram para esta performance, com um aumento de 9,4% para 6,65 milhões de dormidas, mas os residentes em Portugal também passaram mais noites no Algarve, o que se traduz num aumento de 1,9% para 1,31milhões de dormidas.

Ainda de acordo com os dados do INE, o Algarve captou um total de 41,0% das dormidas de turistas estrangeiros em solo nacional, um número que ganha maior importância numa altura em que todas as regiões apresentam evoluções positivas nos dados do turismo.

A Região de Turismo do Algarve (RTA) dá uma nota “francamente positiva” aos dados concretos do turismo no primeiro semestre: “os hóspedes estão em alta (+3,9%, para cerca de 1,8 milhões de hóspedes) e os proveitos totais registam uma alta acentuada (17,5% para mais de 360 milhões de euros”.

Desidério Silva, presidente da RTA, dá os parabéns à hotelaria e ao setor turístico regional, “que ano após ano tem vindo a alcançar máximos históricos”. “Os principais indicadores estão a crescer de forma alinhada com o que acontece no País e no final do ano aspiramos uma vez mais vir a celebrar o melhor ano turístico de sempre para o Algarve e para o turismo português”, sublinha.

Em 2016, o Algarve alcançou cerca de 18 milhões de dormidas, um número que deve ser batido este ano, uma vez que os dados agora conhecidos ainda não incluem os meses mais fortes do ano, que são julho e agosto.

Leave a comment

X