fbpx

2017 foi o melhor dos últimos 20 anos dos monumentos algarvios

2017 foi o melhor dos últimos 20 anos para os monumentos algarvios. Os dados disponibilizados pela Direção Regional de Cultura (DRC) do Algarve indicam que mais 72.375 pessoas visitaram os espaços, o que representa um aumento de 19,62%, em relação ao ano anterior. Os visitantes estrangeiros dominam o número de entradas.

 Sabe o que podemos fazer por si? Fale connosco e conheça as possibilidades de melhorar o seu negócio. 

Em nota, a DRC do Algarve indica que no ano passado 441.276 pessoas visitaram os monumentos tutelados por esta instituição, como são a Fortaleza de Sagres, a Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe, os Monumentos Megalíticos de Alcalar e as Ruínas Romanas de Milreu.

Neste resultado destaca-se a Fortaleza de Sagres, que também registou o seu melhor ano das duas últimas décadas. “A Fortaleza de Sagres, que em 2017 completou 20 anos de abertura ao público, assinalou, igualmente, o melhor ano de afluência de visitas, consolidando a sua posição com um dos grandes monumentos nacionais”, pode ler-se na nota da DRC.

Neste espaço, mandado erigir pelo Infante D. Henrique, os visitantes estrangeiros foram a maioria. “Como é natural, nestes espaços patrimoniais, são os estrangeiros quem mais afluem, numa percentagem 82,87% contra 17,13% de nacionais”, especifica ainda a mesma entidade.

Esta tendência foi apenas quebrada nos Monumentos Megalíticos de Alcalar, em Portimão, onde “o número de nacionais (50,90%) supera os estrangeiros (49,10%)”.

 Siga-nos no Facebook.

A justificar este aumento está o projeto DiVaM, que este ano chega à sua quarta edição na procura da dinamização e valorização dos monumentos abrangidos. A sua influência é particularmente refletida nas “populações de proximidade e de alunos das escolas, com o aumento de 57,58% de visitas de alunos das escolas, comparativamente a 2016”, conclui ainda a DRC do Algarve.

Leave a comment

X